quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Better than revenge



"Life's perfect, it ain't perfect if you don't know what the struggles for. Falling down ain't fallin down if you don't cry when you hit the floor. It's called the past cause i'm gettin past and I ain't nothing like I was before. You ought to see me now. Yes, I was burned, but I call it a lesson learned. Mistake overturned, so I call it a lesson learned. My soul has returned, so I call it a lesson learned. Another lesson learned."

[John Mayer & Alicia Keys]

A faca ressurge desrespeitando a quietude serena da cicatriz. A dor, já não mais sentida, ofende-se com a ousadia do ataque. Não bastou uma vez? O corte foi discreto em superfície, mas histérico em profundidade. Não houve anestesia ou analgésico, mas uma dor com olhos abertos e pele rasgada, sangue exposto e coração nas mãos. A faca, impensadamente impulsiva, avança pelas beiradas na tentativa de um novo corte, mas beira cócegas. A pele, agora renovada e mais forte, não se deixa romper. A cicatriz, agora imponente, dita as regras do jogo. E ganha, pela primeira vez. A vitória da revanche, a satisfação da vingança. Não que a faca sinta a derrota, de fato, mas perder é sempre bom pra quem tem como costume machucar. 
Podia ser a pele flexível e deixar-se sangrar de novo, mas a objeção é involuntária e a faca, velha conhecida; o sacrifício não valeria a pena. A cicatriz hoje é história, só história. Pode ser que lateje dia ou outro, mas nunca mais será ferida aberta. Tornou-se lembrança e não presença. Já não é a pele que rasga, mas a faca que entorta. Porque pele pode sim ser mais resistente que metal quando cobre um coração endurecido pelo tempo. Porque a pele tem a cicatriz como troféu de superação, enquanto a faca sai, afiada, numa luta vã contra tecidos invencíveis. Porque a pele é regenerada em futuro enquanto a faca entorta-se com o peso forte do passado. Porque a pele tem, agora, a faca em mãos.

19 comentários:

  1. Oi flor.
    Eu gostei do jogo de palavras, das trocas.
    Muito bom mesmo.

    Um coração tão duro que deu cabo de uma faca.
    rsrs

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Fiquei sem palavras para seu texto.Sério,eu entendi todo ele,mas você já falou tudo,só posso dizer que gostei muito de ter lido,me identifiquei e muito com ele *.*

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Você me dá trabalho pra que eu comente, porque diz tudo no texto, e eu não sei o que falar, haha. Só posso dizer que é lindo!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Nossa que profundo.
    Aquele medo que encanta.
    Belíssimo texto.

    ResponderExcluir
  5. qnt mais medonho,mais estigante.

    sublime.

    tens um coração de pedra...
    ......pedra de açúcar.

    ;)

    ResponderExcluir
  6. É o tipo de texto que se lê devorando as palavras.
    Adorei.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. O costume da pele é também a vontade da pele.Ainda que reprimida ou desagradável.Escreves muuito bem!

    Bom que gostou do blog,aqui também é ótimo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pela passadinha lá no blog!!!
    Adorei o seu tb !
    Volte sempre!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  9. é uma faca no peito, um coração rasgado, triste e cicatrizado. É assim que a vida é..

    ResponderExcluir
  10. Como se fosse indestrutível... Gostei. (:

    ResponderExcluir
  11. A cicatriz sempre ensina algo, sempre faz lembrar do erro; sempre fortalece um tiquito mais.
    Beeijooos

    ResponderExcluir
  12. A metáfora foi sublime. Remete cada leitor à algo vencido.
    Maravilhoso seu estilo de texto!

    Beijos (:

    ResponderExcluir
  13. Engraçado como sempre, depois de curados, queremos nos ferir de novo...

    beijos, coração.

    ResponderExcluir
  14. Essa faca sempre esta presente em nossas vidas ne, incrivel!
    Muito lindo o texto, como sempre!


    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Adorei o layout do seu blog!

    =D

    Venho agradecer seu carinho no blog Não Quero Falar disso,e informar que ele agora mudou de endereço,se você possui ele linkado é necessário atualizar para: www.marginaliasubversivas.blogspot.com

    Bjos

    ResponderExcluir
  16. Oi. Gostei do seu blog. Se puder segue o meu blog ? http://xxx-memories-xxx.blogspot.com/
    Ficarei feliz em ver você por lá no meu cantinho.

    Obrigada pela atenção.
    Ass: Jéssica.
    Bjoos ♥

    ResponderExcluir
  17. ... "mas nunca mais será ferida aberta". É o que importa.
    ótimo texto!!!

    Visita? http://maira-souza.blogspot.com/ =)
    BjO

    ResponderExcluir
  18. "Tornou-se lembrança e não presença." O tempo vai nos deixando forte. Amo o jeito que escreves, é ótimo!
    Beijos

    ResponderExcluir